Encontro de Animadores/as

ENCONTRO ANIMADORES | 31 janeiro2015

No dia 31 de Janeiro, no hotel Mira Serra em Celorico da Beira, realizou-se o Encontro de Animadores/as, que reuniu representantes dos Grupos de Encontro do projeto. Esta ação permitiu ouvir o que as pessoas estão a viver neste projeto, o que sentem, e partilhar experiências e ideias quanto ao futuro. Estiveram quase 30 animadores/as do projeto.

Num primeiro momento, os participantes foram questionados sobre como definiriam o projeto. Eis as ideias referidas: Desafio, Acreditar, Interação, União, Direito de Falar, Romaria, Diversão, Desaprender, Pessoas, Animação, Participação, Humanidade, Luta, Colaborar, Respeito, Envolvimento, Amizade, Cuidado, Liberdade, Futuro, Experiências, Responsabilidade, Tentativa, Histórias de Vida, Esperança, Persistência, Aprendizagem.

news1

 

Após um breve cartão-de-visita que relatou o percurso do grupo até ao momento, os representantes apontaram algumas ideias que gostariam de vir a trabalhar em 2015 para promover a qualidade de vida no concelho de Gouveia. Foram ainda assinaladas pontes entre os grupos de encontro que tinham ideias comuns e complementares de forma a fortalecer laços e a promover o movimento social. Alguns dos próximos passos são referentes ao aprofundamento de temas ligados à identidade local, à discriminação/bullying, ao direito de brincar, às atividades ao ar livre e aos espaços verdes e de natureza, aos direitos humanos, entre outros.
news2
Neste encontro esteve presente a Rosa Madeira (Universidade de Aveiro) que na sua intervenção reforçou a importância de se alargar a roda do projeto a mais públicos que se interessam pelos temas trabalhados nos diferentes grupos, procurando assim o efeito de contágio a outras pessoas. Ao mesmo tempo pretende-se possibilitar o reconhecimento da participação cidadã e a criação de interdependências, ou seja, a construção de relações entre cidadãs/cidadãos e os serviços locais capazes de causar um impacto positivo na comunidade. Ser protagonista no espaço público remete para se ter uma cidadania com substância. Não se trata só de falar em temas, pois “evento, é vento!”, é essencial dar-se continuidade e amadurecer as diferentes ideias e projetos na esfera pública. O efeito da multiplicação permitirá sentir o pulso da dinâmica do projeto e da ideia de cidadania, pois a “AVENTURA é ir em busca de…!”, e toda a comunidade tem o direito e o dever de estar envolvida. A cidadania é uma prática, é algo que nos acompanha e constrói todos os dias. Sublinhou-se ainda a ideia da ‘cidadania construída de baixo para cima’, e que esta passa por fazer reconhecer a voz das crianças, de minorias, bem como das pessoas institucionalizadas. No fundo é trazer as pessoas invisíveis para o espaço público e para o exercício da democracia, implicando-as como pessoas influentes nos processos de tomada de decisão, naquilo que diz respeito à qualidade de vida do seu território.

Salientou-se ainda a partilha e a expansão de contactos como um aspeto importante para promover a sustentabilidade do projeto. Para tal, o Aventura no Mundo da Cidadania encontra-se de portas abertas para facilitar e mediar a criação de novos grupos de encontro de cidadãs/cidadãos que se queiram associar a este movimento positivo no concelho de Gouveia.

No final do mês de março prevê-se ainda a realização de uma nova sessão do Fórum da Cidadania, que será mais um momento de aprendizagem e partilha de propostas dos grupos de encontro envolvendo as autarquias locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *